Instalação e Monitoramento de Reserva Legal (RL)

Implantamos, recuperamos e monitoramos a Reserva Legal (RL) de imóveis rurais. A RL é a área coberta por vegetação natural, que pode ser explorada com o manejo florestal sustentável, nos limites estabelecidos em lei para o bioma em que está a propriedade.

Por abrigar parcela representativa do ambiente natural da região onde está inserida, ela se torna necessária à manutenção da biodiversidade local. O percentual da propriedade que deve ser registrado como Reserva Legal vai variar de acordo com o bioma e a região em questão.

Em propriedades rurais localizadas em área de floresta na Amazônia Legal a RL é de 80%. Em áreas de Cerrado da Amazônia Legal a RL é de 35%, sendo no mínimo 20% na propriedade e 15% na forma de compensação ambiental em outra área, porém na mesma microbacia. Nas propriedades situadas em área de floresta e outras formas de vegetação nativa e nos imóveis rurais em área de campos gerais de qualquer região do país a Reserva Legal obrigatória é de 20%.

Cabe a todo proprietário rural o registro no órgão ambiental competente (estadual ou municipal) por meio de inscrição no Cadastro Ambiental Rural – CAR. As especificidades para o registro da Reserva Legal vão depender da legislação de cada Estado.

Uma vez realizado o registro, fica proibida a alteração de sua destinação, nos casos de transmissão ou de desmembramento, com exceção das hipóteses previstas em Lei. Em geral, nas áreas de Reserva Legal é proibida a extração de recursos naturais, o corte raso, a alteração do uso do solo e a exploração comercial, exceto quando autorizados pelo órgão ambiental via Plano de Manejo Florestal Sustentável (PMFS), em casos de sistemas agroflorestais e ecoturismo.

Somente após a emissão da Autorização Prévia à Análise Técnica de Plano de Manejo Florestal – APAT, é que a avaliação técnica de um PMFS em florestas privadas é iniciada. A análise técnica de um PMFS conclui em aprovação do PMFS ou indicação de pendências a serem cumpridas para a seqüência da análise. Anualmente, o detentor do PMFS deve apresentar o Plano Operacional Anual – POA, referente às próximas atividades que realizará, como condição para receber a Autorização para Exploração. Os PMFSs devem ser periodicamente submetidos a vistorias técnicas pelo IBAMA ou pelos órgãos ambientais, a fim de garantir acompanhamento e controle das operações e atividades envolvidas na Área de Manejo Florestal.

Implantamos, recuperamos e monitoramos a Reserva Legal (RL) de imóveis rurais. A RL é a área coberta por vegetação natural, que pode ser explorada com o manejo florestal sustentável, nos limites estabelecidos em lei para o bioma em que está a propriedade. Por abrigar parcela representativa do ambiente natural da região onde está inserida, ela se torna necessária à manutenção da biodiversidade local.

O percentual da propriedade que deve ser registrado como Reserva Legal vai variar de acordo com o bioma e a região em questão. Em propriedades rurais localizadas em área de floresta na Amazônia Legal a RL é de 80%. Em áreas de Cerrado da Amazônia Legal a RL é de 35%, sendo no mínimo 20% na propriedade e 15% na forma de compensação ambiental em outra área, porém na mesma microbacia. Nas propriedades situadas em área de floresta e outras formas de vegetação nativa e nos imóveis rurais em área de campos gerais de qualquer região do país a Reserva Legal obrigatória é de 20%.

Cabe a todo proprietário rural o registro no órgão ambiental competente (estadual ou municipal) por meio de inscrição no Cadastro Ambiental Rural – CAR. As especificidades para o registro da Reserva Legal vão depender da legislação de cada Estado. Uma vez realizado o registro, fica proibida a alteração de sua destinação, nos casos de transmissão ou de desmembramento, com exceção das hipóteses previstas em Lei.

Em geral, nas áreas de Reserva Legal é proibida a extração de recursos naturais, o corte raso, a alteração do uso do solo e a exploração comercial, exceto quando autorizados pelo órgão ambiental via Plano de Manejo Florestal Sustentável (PMFS), em casos de sistemas agroflorestais e ecoturismo.

Somente após a emissão da Autorização Prévia à Análise Técnica de Plano de Manejo Florestal – APAT, é que a avaliação técnica de um PMFS em florestas privadas é iniciada. A análise técnica de um PMFS conclui em aprovação do PMFS ou indicação de pendências a serem cumpridas para a seqüência da análise. Anualmente, o detentor do PMFS deve apresentar o Plano Operacional Anual – POA, referente às próximas atividades que realizará, como condição para receber a Autorização para Exploração.

Os PMFSs devem ser periodicamente submetidos a vistorias técnicas pelo IBAMA ou pelos órgãos ambientais, a fim de garantir acompanhamento e controle das operações e atividades envolvidas na Área de Manejo Florestal.

 SAC DA MATA ONLINE

Solicite uma Cotação para Instalação e Monitoramento de Reserva Legal

Respondemos em até 48 Horas. Precisa Falar Agora?

Chame no Whatsapp  +55 15 997091927 ou Utilize o Formulário

Nome

E-mail

 SAC DA MATA ONLINE

Solicite uma Cotação para Instalação e Monitoramento de Reserva Legal

Respondemos em até 48 Horas. Quer Falar Agora ?

Chame no Whatsapp +55 15 997091927 ou

Utilize o Formulário

Nome

E-mail